terça-feira, 17 de julho de 2012

O peso da camisola

O Benfica ainda tem dirigentes que percebem alguma coisa disto.

Há uns dias atrás fui chamado à atenção por descarregar demasiado em cima dos árbitros, ajudando, assim, a desresponsabilizar o departamento de futebol, em especial naquilo que tem de ser responsabilizado.

Apesar de não ter optado por uma postura extremista do género Boloposte, justificando tudo com os árbitros (não sei se o meu amigo chegou a justificar o apoio de Vieira a Gomes com um erro de Proença), andei perto disso.

E andei porque os árbitros erraram muito e decidiram campeonato. Mas a verdade é cruel: uma equipa que entra no campeonato a empatar em Barcelos e que faz o que faz em Guimarães e Olhão, já para não falar de outras miseráveis exibições, meteu-se a jeito.

Este ano tudo tem de ser diferente e é isso que se exige.
Sent from my BlackBerry device available from tmn

12 comentários:

  1. "O Benfica ainda tem dirigentes que percebem alguma coisa disto. "

    ???

    ResponderEliminar
  2. A questão que eu acho que muito dirigente do SLB e defensores desta direcção ainda não perceberam é que responsabilizar os árbitros pelo falhanço da ultima época é a maior critica que se pode fazer a quem apoiou gomes para a liga e federação.

    ResponderEliminar
  3. Entendo que foram os árbitros a decidir este campeonato. O anterior, nem se fala. Mas que o Benfica se coloccou a jeito, ai isso colocou-se: Emerson, Capdevilla, correr como loucos em Moscovo com aquela temperatura, exibições froxas contra Académica, Olhanense e Guimarães, etc!

    ResponderEliminar
  4. Estupidez! Qualquer equipa no mundo tem que ter margem para errar! Esse 1º jogo com o Gil Vicente é disso exemplo! Mesmo com esse erro, tivemos um avanço de 5 pontos. O Benfica não tem que ganhar todos os campeonatos só com vitórias. Só não pode ser roubado sistemáticamente como é. Se não temos sido roubados da forma que fomos (uns 6 jogos seguidos), e mesmo com essa margem de erro para não jogar bem, tinhamos sido campeões. De que interessa se jogamos mal, se conseguimos a vitória? Ou se jogarmos mal, não podemos vencer ou não perder, justificando assim arbitragens corruptas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente opinião. Vá lá que alguém consegue pensar pela sua cabeça e não pelos comentadeiros de jornais e rádios que dizem sempre o mesmo(são pagos para isso).

      Eliminar
  5. Há uma coisa que é certa e julgo que até o mais cego consegue ver: Erros há e haverá sempre em todo o lado, mas uns erram, mas têm qem os ajude nos maus momentos que todas as equipa têm, outros, nos seus piores momentos são empurrados para trás e isso decide muitos campeonatos, em Portugal isso é mais que costumeiro, acham que um Benfica ao nível do Porto da época passada conseguiria ser campeão? Pois, essa é a grande diferença.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Benfica ao nível do FCP da época passada, treinador incluído, acabava a lutar pelo 3º lugar com o SCP .. não tenho dúvidas ...

      Eliminar
  6. blá, blá, blá, árbitros, blá, blá, blá árbitros, blá, blá, blá...

    A desculpa para a incompetência está aí para durar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que o FCP se revoltou por causa de um cartão amarelo mostrado a James, no amigável com o Evian, por causa de uma falta que o árbitro não assinalou a favor do FCP e ele James pontapeou a bola.

      Ora se o FCP se pode REVOLTAR com um cartão amarelo num jogo amigável, porque cargas de água o Benfica deve deixar passar em claro penaltys não assinalados a nosso favor, expulsões perdoadas aos adversários e fácilmente aplicadas aos jogadores do Benfica, como a palmada de Cardozo na relva?

      Blá, blá, mas é um c_ralho ...

      Eliminar
    2. A questão é que a incompetência é tanta que nem sequer se conseguem revoltar quando têm razão, quanto mais quando devem, c_ralho!

      Eliminar
  7. ..."Mas a verdade é cruel"...

    Normalmente 10 anos é muito tempo.

    ResponderEliminar